Skip to main content

Dashboard monitorando caminhões

Quais são os indicadores mais utilizados para gerenciar frotas?

Última atualização de 12 de dezembro de 2022 em Gestão de Frotas por Geotab Team |  6 minutos de leitura


Saiba quais KPIs podem otimizar a gestão de transporte da sua empresa

O acompanhamento de métricas, como custo da quilometragem rodada, gasto médio dos veículos e controle de velocidade, é indispensável para uma boa gestão de frotas comerciais. Neste sentido, o uso de dados é importante para a otimização dos recursos e para traçar estratégias com o máximo de eficiência. Os indicadores podem alertar a necessidade de manutenção dos veículos, por exemplo, indicando problemas e gastos desnecessários, além de contribuírem com a qualidade das entregas e a redução do número de acidentes nas rodovias. Ou seja, a definição de KPIs (key performance indicators, ou indicadores-chave de desempenho, em português) é necessária para medir o rendimento  das frotas, que servirão como termômetro para a tomada de decisões estratégicas.

 

Já existem softwares de gerenciamento de frotas que, com a ajuda da telemetria, facilitam essa análise e entregam dados completos por meio de um monitoramento em tempo real dos veículos e motoristas. Essa tecnologia é chamada de telemática.

 

Geotab é líder global em telemática e oferece soluções de manutenção e diagnóstico da frota que, aliadas a diferentes aplicações, podem ajudar a reduzir o tempo de inatividade dos veículos, reduzir custos administrativos e detectar problemas de motor antecipadamente por meio de KPIs do aplicativo MyGeotab e seus parceiros.

 

Neste artigo, apresentaremos alguns dos principais indicadores de gestão de frota para aprimorar as operações de transporte de carga. Continue lendo e confira!

Os 5 principais KPIs para o gerenciamento de frotas comerciais

 

Os KPIs são ferramentas que permitem a análise de performance e possibilitam a tomada de decisões com base em objetivos pré-estabelecidos pela companhia. Por meio deles, é possível corrigir falhas e identificar intervenções que precisam ser realizadas dentro das operações.

Separamos abaixo as melhores métricas para uma gestão de frota mais eficiente, segura e econômica:

 

1)Custo da quilometragem rodada

Para iniciar esta lista, a quilometragem rodada é um dos mais importantes KPIs que devem ser observados dentro da gestão de frota. Isso porque é a partir dele que as manutenções mais significativas são realizadas, além de ser um critério para troca de peças, pneus e outros itens que precisam ser renovados periodicamente.

 

O cálculo para saber o preço por quilômetro de veículos comerciais é realizado em duas bases: custo de quilometragem totalcusto de quilometragem por veículo. Para ambos os casos, a fórmula para chegar nesse índice é de valores fixos (documentação, seguro, IPVA etc.) e custos variáveis (combustível, óleo, limpeza etc.), dividido pelo número de quilômetros rodados pelo(s) veículo(s).

Na prática, fica assim:

(Custos fixos + Custos variáveis) / Km rodado

Para facilitar a vida dos gestores de frota, esse cálculo pode ser realizado automaticamente pelo aplicativo MyGeotab:

 

Dashboards Geotab

2)Consumo médio dos veículos

O consumo médio de combustível é outro fator importante na gestão de frotas pois permite acompanhar as flutuações de gastos e identificar as condições do veículo e  índices de mau uso pelos motoristas - como condução agressiva e excesso de velocidade, por exemplo -, registros de multas e acidentes, e necessidades de manutenção.

Assim como na quilometragem rodada, o consumo médio dos veículos pode ser calculado a partir do total utilizado pela frota ou por cada automóvel de carga. Para isso, primeiramente, é necessário calcular a média de litros por quilômetro entre um mês e outro para cada veículo, a partir da seguinte fórmula:

 

VEÍCULO 1

 

Média (Km/L) = (Valor por litro do mês 2 – Valor por litro do mês 1) / Litros abastecidos no mês 2

Ainda sobre o mesmo veículo, agora o cálculo é da média por período de abastecimento. Nessa fórmula é considerado o número de quilômetros rodados pelo automóvel, dividido pelos abastecimentos realizados durante o período.

 

VEÍCULO 1

 

Média Período (Km/L) = (Quilometragem do último mês – quilometragem do primeiro mês) / Soma de litros totais a partir do segundo abastecimento

 

Obs.: é importante ressaltar que a soma de litros totais é feita a partir do segundo abastecimento, já que o primeiro é o ponto de partida para todo o cálculo.

A plataforma telemática Geotab entrega esses relatórios prontos e automatizados com base nas informações previamente cadastradas da sua frota. 

 

3) Controle de abastecimento

Como KPI complementar ao índice de consumo médio, o controle de abastecimento de combustível por motorista fará com que o gestor tenha mais visibilidade do quanto é necessário para cada viagem e ajudará a identificar excessos. Tudo isso pode ser feito por meio de registros de abastecimentos a cada término de viagem realizada pelo motorista responsável. Uma média mais alta de uso de combustível, pode ser um indicador de conduções agressivas pelo colaborador, como alta velocidade ou freadas bruscas.

Para operações mais econômicas de transporte de carga, o sistema da Geotab registra automaticamente cada abastecimento e gera relatórios em tempo real para que não haja divergências nas informações.


4) Disponibilidade dos veículos

Uma das principais funções de um gestor de frota é disponibilizar veículos em boas condições para uso do transporte de cargas. Sendo assim, toda vez que um automóvel fica indisponível, seja por manutenção ou, em caso mais graves, por algum acidente nas rodovias, há desperdício de tempo e dinheiro. Por isso, é muito importante garantir que o veículo esteja disponível o maior tempo possível dentro das operações.

 

Seguindo essa lógica, é necessário calcular o tempo de indisponibilidade de cada veículo por período, que pode ser planejado por meio da plataforma telemática da Geotab, que controla e envia avisos sobre períodos de manutenção programada ou de emergência. Esse número permitirá uma análise de melhoria de toda a gestão da frota, uma vez que quanto menor o tempo de indisponibilidade por automóvel, mais econômico será o serviço de transporte de carga.

 

5) Excesso de velocidade dos motoristas

Segundo dados da Organização Mundial da Saúde (OMS), ultrapassar o limite de velocidade permitido continua sendo uma das principais causas de acidentes nas rodovias por todo o mundo. Por isso, é de extrema importância para empresas de transporte de carga, monitorar essas infrações dentro de suas frotas, já que isso fará com que haja diminuição de sinistros, economizando dinheiro, poupando vidas e aumentando a produtividade nas operações.

 

Para ajudar com a implementação desse indicador, a Geotab possui diversas soluções de segurança para frotas, que possibilitam a visualização de painéis integrados de monitoramento para que o gestor obtenha informações em tempo real do comportamento dos motoristas nas rodovias. Com isso, é possível criar programas de bonificação de boas práticas para incentivar a redução de acidentes e multas.

 

Leita também: A telemática como aliada na segurança

Dashboards com caminhões

Como melhorar os indicadores de gestão de frota de forma simples?

 

Agora que já explicamos como o monitoramento os KPIs da gestão de frotas pode elevar a empresa a um novo nível, com mais economia, segurança e qualidade de serviço, está na hora de conhecer um pouco mais sobre as ferramentas que vão facilitar o dia a dia do gestor e ajudar a alcançar metas pré-definidas pela empresa.

 

Geotab, maior empresa de telemática do mundo, usa soluções de big data para o gerenciamento de frotas e fornece análises e relatórios personalizáveis, que ajudam no gerenciamento e tomada de decisão.  Reconhecida como uma das empresas de tecnologia de crescimento mais rápido, opera com mais de 3 milhões de assinantes, em mais 130 países, coletando mais de 55 bilhões de pontos de dados diariamente.

 

Por meio de uma instalação simples e fácil (sem cortes de fios), o dispositivo telemático da Geotab obtém todas as informações do motor, podendo ser integrado a câmeras e sensores de temperatura, acompanhando em tempo real qualquer inconsistência na rota ou situações de risco para o motorista e a carga. Entre as vantagens competitivas da plataforma da Geotab, estão:

  • Algoritmo de rastreamento patenteado, que garante comunicação contínua com o veículo, além de registrar dados mais confiáveis, claros e concisos para que os gestores possam monitorar, contatar e coordenar seus motoristas. O algoritmo de curva da Geotab traz os dados de uma forma inteligente, isso significa que, para não sobrecarregar o sistema, apenas os dados relevantes são enviados para a nuvem. Foi criado pelo CEO da Geotab, Neil Cawse.
  • Agilidade na atualização de informações, pois, com o dispositivo telemático da Geotab, a coleta de dados acontece a cada milésimo de segundo, enquanto outras empresas coletam os dados com a Taxa Ping, que recebe as informações com a diferença de alguns segundos. Dessa forma, os dados coletados pela Geotab são bem mais precisos.
  • Painéis e análises detalhados, gerados por meio de inteligência artificial, que facilitam o monitoramento de atualizações necessárias nos parâmetros, como por exemplo a sugestão de novas zonas a partir dos locais visitados pela frota com frequência. 
  • Marketplace integrado ao sistema. Atuando como plataforma aberta, a Geotab tem parceiros aprovados que oferecem soluções diversas e complementares de terceiros, podendo integrar serviços de qualquer empresa, como, por exemplo, na gestão de riscos.

Além disso, com o apoio da Geotab é possível aumentar a produtividade das equipes, pois todos os KPIs são monitorados automaticamente, possibilitando que o gestor utilize o tempo para análises mais aprofundadas para decisões estratégicas da empresa. Para saber mais, agende uma conversa com um dos nossos especialistas hoje mesmo.

 

Gostou deste conteúdo? Então compartilhe nas suas redes sociais e acompanhe mais artigos como esse no Blog da Geotab.




 


Se você gostou deste post, fale para nós!


Aviso Legal

As postagens do blog da Geotab visam fornecer informações e incentivar a discussão sobre tópicos de interesse para a comunidade de telemática em geral. A Geotab não está fornecendo consultoria técnica, profissional ou jurídica por meio destas postagens do blog. Embora todos os esforços tenham sido feitos para garantir que as postagens neste blog sejam oportunas e precisas, erros e omissões poderão ocorrer, e as informações aqui apresentadas poderão ficar desatualizadas com o passar do tempo.

Fique por dentro das novidades do setor e dicas da Geotab

Inscreva-se para receber nosso conteúdo mensal com dicas sobre gerenciamento de frotas e novidades do setor. Você pode se descadastrar a qualquer momento.

Outros posts que você talvez goste

Um motorista na janela de um caminhao dirigindo

Dicas para gerenciar motoristas da frota: principais indicadores e programa de premiação

Um programa de premiação é uma das melhores formas de motivar os motoristas, mas antes disso, é preciso definir os melhores indicadores (KPIs) sobre a performance dos condutores

21 de maio de 2024

uma rodovia com varios carros passando

Guia completo: como fazer uma RFP em gestão de frotas e requisitos mais importantes

É primordial considerar tanto as demandas atuais da frota quanto antecipar as necessidades futuras nos requisitos

17 de abril de 2024

caminhões em rodovia

Quais as vantagens e desafios do monitoramento de frotas em tempo real?

Entenda como é a operação de monitoramento das frotas comerciais

2 de agosto de 2023

Imagem de carros na rodovia

Como o videomonitoramento melhora a eficiência das frotas comerciais?

Utilização de câmeras pode fazer mais do que apenas monitorar estradas e condutores?

24 de abril de 2023

View last rendered: 05/25/2024 01:14:11