purple and blue waves graphic

10 maneiras de reduzir os custos de combustível

Publicado em 25 de Janeiro de 2018 em Combustível por Ethan Weir |  5 minutos de leitura


Corte seus custos de combustível agora com esta lista de dicas, incluindo a configuração de alertas para monitorar a marcha lenta e combinar os veículos com as

Quando se trata de consumo de combustível, várias coisas podem ser feitas para ajudar a cortar os custos de combustível e economizar dinheiro. As duas principais áreas são melhorar a economia de combustível dos veículos já existentes ou adquirir novos veículos, com melhor consumo de combustível por km. Embora a atualização da frota inteira nem sempre seja possível, é importante considerar o combustível em cada ciclo de compra de um veículo novo. 

 

Melhorar a economia de combustível dos veículos de frota existentes é uma questão na qual as frotas podem começar a trabalhar hoje. Aqui estão 10 estratégias para ajudá-lo a reduzir o consumo de combustível e os gastos.

1. Verifique se os pneus estão calibrados adequadamente.

De acordo com um estudo publicado pela NHTSA, a eficiência do combustível pode ser melhorada 0,6%, em média, até o máximo de 3% com pneus devidamente calibrados (o psi correto).1 Isso porque para cada psi abaixo da pressão recomendada do pneu, você perde cerca de 0,2% de eficiência de combustível.

 

A pressão do pneu também é afetada pelas temperaturas externas; portanto, certifique-se de verificar a pressão do pneu com frequência, especialmente quando o clima estiver instável. Isso é especialmente verdadeiro em climas frios ou extremamente quentes. 

 

A telemática da Geotab pode ajudar a garantir que a pressão dos pneus seja verificada com frequência, criando lembretes de manutenção automatizados enviados por e-mail, ou incluindo a pressão dos pneus em sua lista de verificação de inspeção veicular do motorista (DVIR).

 

Consulte também: Maneiras simples de aumentar a eficiência de combustível com o MyGeotab

2. Verifique se o sensor de oxigênio está funcionando corretamente.

Todos os veículos fabricados a partir dos anos 1980 estão equipados com pelo menos um sensor de oxigênio. Esses sensores analisam constantemente a concentração de oxigênio nos gases de escape do veículo. Dados do sensor são enviados ao computador do motor para determinar a quantidade de combustível a ser adicionada em cada ciclo de combustão. Infelizmente, esses sensores precisam ser substituídos com o tempo e podem ficar defeituosos.

 

Consertar um sensor de oxigênio defeituoso pode melhorar a quilometragem em até 40%, conforme mencionado pelo Departamento de energia dos EUA

 

A Geotab pode ajudar a identificar sensores de oxigênio defeituosos configurando notificações de exceção enviadas por e-mail ou pop-up quando surgir uma falha relacionada ao sensor de oxigênio. Isso significa reparo imediato do sensor, reduzindo o impacto que teria na economia de combustível do veículo.

3. Escolha estradas em boas condições, sempre que possível.

Um fator frequentemente negligenciado, que contribui para a ineficiência do combustível, é a qualidade da superfície da estrada. A energia do motor é usada por mais do que apenas o impulso de avanço, cada balançada ou movimento do veículo tira a energia cinética cara que você pagou na bomba. 

 

Infelizmente, a qualidade das estradas raramente é algo que a frota pode controlar. Mas com a Geotab, você pode ajudar seus motoristas a evitar estradas ruins planejando e mostrando rotas que evitam essas áreas. 

 

Congestionamento no trânsito é um problema semelhante. Em um estudo publicado pelo University of Michigan Transportation Research Institute (UMTRI), o congestionamento no trânsito teve um impacto negativo de 20 a 40% na economia de combustível do veículo, dependendo do nível do engarrafamento.2 

4. Dimensione os veículos corretamente e combine o veículo com a rota.

A escolha do veículo certo para a tarefa também é importante. Por exemplo, é possível selecionar veículos que usam combustível alternativo, como veículos elétricos, para percursos mais curtos e designar veículos leves, à gasolina, para percursos mais longos. 

 

Usar veículos com motores menores também pode economizar muito combustível. Muitas vezes, as especificações do veículo escolhidas fornecem mais potência do que a maioria das rotas precisam. Por exemplo, uma empresa de transporte e logística comprou caminhões com motores de tamanho certo para cada rota, que agora têm 70 a 100% mais eficiência de combustível do que os caminhões que eles substituíram, de acordo com a Automotive Fleet (maio de 2013, pág. 20). 

5. Fique de olho no tempo parado com motor ligado e na troca de marchas inteligente.

Quanto menos o motor for ligado, menos combustível o veículo consumirá. Mudar as marchas mais rápido pode ajudar a reduzir as rotações por minuto, resultando em menor consumo de combustível. 

 

Outro hábito que gasta combustível é ficar parado com motor ligado. Com veículos em funcionamento quando provavelmente não precisariam estar, consumo desnecessário equivale a custos desnecessários, que só aumentam quando a empresa opera mais veículos. Lembrar aos motoristas de desligar o motor pode ter enormes retornos a curto e longo prazo. Leia mais: Como detectar e interromper o tempo parado com motor ligado da frota.

 

A tecnologia de telemática pode ajudar a alertar os motoristas a desligar os motores quando os veículos forem colocados no modo "Park" (Estacionar). Relatórios de tempo parado com motor ligado também podem permitir que os gerentes trabalhem com motoristas específicos que ficam parados regularmente. 

6. Definir limites de velocidade.

Reduzir e restringir a velocidade é outro método para reduzir o desperdício de combustível. Implantar restrições de velocidade na gestão de frota pode ser útil quando se trata de economizar combustível. Isso ocorre porque velocidades mais baixas exigem menos combustível, resultando em menos gastos com combustível. O estudo do UMTRI descobriu que dirigir em altas velocidades pode reduzir o consumo de combustível por km do veículo em até 30%. 

 

A tecnologia de telemática também pode ajudar os motoristas a reduzir o consumo de combustível, lembrando a eles de reduzir a velocidade e permanecer dentro do limite de velocidade. Os relatórios também podem fornecer aos gerentes uma visão rápida de quais motoristas estão violando a política de excesso de velocidade. Saiba mais sobre segurança da frota aqui.

7. Controle a direção agressiva.

Direção agressiva leva a um maior consumo de combustível, o que inclui aumento de velocidade, aceleração, freada brusca e até mesmo curvas fechadas. É importante mudar os hábitos do motorista para melhorar a economia do veículo. De acordo com o estudo do UMTRI, a direção agressiva pode afetar negativamente a economia de combustível 20 até 30%. 

8. Alivie a carga.

Ter uma carga de veículo mais leve pode ajudar a economizar combustível. Quanto mais leve for o veículo, mais eficiente será o consumo de combustível. Os fabricantes de automóveis agora criam veículos com peças de carroceria compostas, o que diminui significativamente o peso do veículo. 

 

Isso também significa garantir que os motoristas estejam carregando apenas o que precisam como parte da carga. A EPA relata que cada 100 libras de peso extra em um veículo pode reduzir a economia de combustível em 1%. Carregar cargas no bagageiro pode ser ainda pior. 

9. Troque para veículos alternativos.

Mudar para combustíveis alternativos ou veículos elétricos, sempre que possível, também é uma ótima maneira de reduzir os custos de combustível. Isso pode ajudar a economizar nas despesas com combustível, pois esses veículos geralmente são mais baratos no valor do km do que a gasolina ou diesel comum. Não só é possível o consumo desses veículos é mais barato, mas os custos de manutenção associados são geralmente mais baixos, pois há menos peças móveis e componentes que podem falhar.

 

Confira o site do Departamento de energia para saber mais sobre veículos alternativos. 

10. Trabalhe com o parceiro de telemática certo.

Aqui na Geotab, nós nos dedicamos a ajudar os negócios a obter um sólido retorno sobre seu investimento em telemática. Ter um melhor consumo por km está no centro do que fazemos, pois há muitos fatores que contribuem para a redução das despesas gerais com combustível. 

 

Para descobrir outras maneiras de encontrar novas oportunidades de economia de custos, leia nosso documento técnico sobre Aumentar a lucratividade da frota com telemática: COI vs ROI.

 

Referências:

  1. NHTSA. (2012). Evaluation of the Effectiveness Of TPMS in Proper Tire Pressure Maintenance. [Online] disponível: https://www.fueleconomy.gov/feg/pdfs/811681.pdf
  2. Sivak, M. & Schoettle, B. (2011, agosto). Eco-Driving: Strategic, Tactical, and Operational Decisions of the Driver that Improve Vehicle Fuel Economy. The University of Michigan Transportation Research Institute. [Online] disponível: https://deepblue.lib.umich.edu/bitstream/handle/2027.42/86074/102758.pdf?sequence=1&isAllowed=y

Mais dicas de combustível

Cinco principais dicas para gerenciar seus custos de combustível

O "por quê" e "como" melhorar a economia de combustível


Se você gostou deste post, fale para nós!


Aviso Legal

As postagens do blog da Geotab visam fornecer informações e incentivar a discussão sobre tópicos de interesse para a comunidade de telemática em geral. A Geotab não está fornecendo consultoria técnica, profissional ou jurídica por meio destas postagens do blog. Embora todos os esforços tenham sido feitos para garantir que as postagens neste blog sejam oportunas e precisas, erros e omissões poderão ocorrer, e as informações aqui apresentadas poderão ficar desatualizadas com o passar do tempo.